Poetas do Mundo # 1

São Francisco de Assis (1182-1226)  “Um dos santos mais célebres e admirados da cristandade, nasceu Giovanni Francesco Bernardone, em 1181, em Assis, na Úmbria, região de Itália, cuja atmosfera veio a ser identificada com a sua personalidade mística, vigorosa e delicada. […] O prestígio incomparável da sua santidade, que era já lenda em vida, e … LER MAIS

O que andamos a ler no 11º ano

“No final deste livro fica-se com um monumento à dignidade humana” – Sunday Telegraph Não tenho a menor dúvida. Este jornalista nem abriu o livro. Faz a crítica literária com uma frase programada, uma daquelas mensagens sem sentido que pretendem despertar aquela compaixão politicamente correta no leitor. A maioria dos compradores da obra de Levi … LER MAIS

João de Melo: Viagem ao fim do Além

A viagem de Lugar Caído no Crepúsculo, que passa por todos os “não-lugares” do Além, também é uma resposta ao “inferno” em que vivemos. Porque no que toca a Deus e a Diabo, garante João de Melo, que foi seminarista durante seis anos, conhecemos melhor o segundo do que o primeiro. “Tenha esperança, continue a acreditar”. … LER MAIS

Prémio Vergílio Ferreira 2016 — João de Melo

        João de Melo nasceu em 1949 em São Miguel, uma das ilhas dos Açores, e dez anos mais tarde viajou para Portugal, onde concluiu os seus estudos. Em 1971 foi mobilizado para Angola, onde combateu na guerra colonial. A par da sua carreira literária, foi desenhador urbanista, sindicalista, jornalista, diretor editorial … LER MAIS

Congresso evoca ligação de Vergílio Ferreira a Évora no centenário do escritor

A ligação do escritor Vergílio Ferreira a Évora, onde lecionou e que consta da sua obra, vai ser evocada num congresso na cidade alentejana, entre os dias 29 de fevereiro e 02 de março. A iniciativa, integrada nas comemorações do centenário do nascimento do escritor (1916-1996), que se assinala hoje, é organizada pelos departamentos de … LER MAIS

A propósito de ‘Para Sempre’, de Vergílio Ferreira

  Não quero falar de Para Sempre, quero deixar Para Sempre falar-me na memória comovida de um silêncio espesso que ritmicamente perpassa “o murmúrio do Tempo”. Romance para ler, reler e sentir, antes (ou mesmo em vez) de qualquer explicação. Obra que rejeita liminarmente, por supérfluo e excessivo, qualquer prefácio ou posfácio, tudo o que … LER MAIS

Uma lente para o mundo ou o reflexo do ser

Numa época em que as pessoas andam à velocidade da luz, executam múltiplas tarefas simultaneamente e iludem o seu cansaço com cafés e bebidas energéticas, é fundamental preservarmos a nossa individualidade e libertarmo-nos da frieza calculista da sociedade. Sempre tive uma paixão pela fotografia, mas a chama desta forma de arte avivou-se recentemente. Por isso, … LER MAIS

Impressões

I «Certa manhã de outono, chovia a cântaros e a tempestade que se formava rugia como um leão feroz. O vento forte e rugoso batia na pele das pessoas, congelando-as com o seu frio gélido de lâmina. A chuva indomável caía gota a gota até rebentar, multiplicando-se em milhares de gotículas sobre o chão de … LER MAIS